Confirmado em Ijuí 1º caso de microcefalia associada a zika vírus contraído no RS
20 junho 2017 |
Compartilhe:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou nesta terça-feira (20) o primeiro caso de microcefalia associada a zika vírus contraído no Rio Grande do Sul. Em outras duas ocorrências, em Cachoeira do Sul e em Esteio, as mães haviam sido contaminadas fora do Estado. As informações são da Rádio Gaúcha.

O bebê, que nasceu em julho de 2016, estava sendo acompanhado desde a gestação, quando a mãe, moradora de Ijuí, apresentou um quadro de zika. Exames clínicos e radiológicos realizados pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA) mostraram que as alterações do bebê eram compatíveis com a síndrome congênita associada ao zika vírus.

O Laboratório Central do Estado (Lacen) confirmou que o vírus foi contraído durante a gestação. A criança está recebendo atendimento de reabilitação por meio da Linha de Cuidados da Pessoa com Deficiência.

Em maio, o Ministério da Saúde anunciou o fim da emergência em saúde pública por microcefalia no país. A situação de emergência havia sido decretada em novembro de 2015 devido a um grande aumento no número de casos no Nordeste do país. O número de casos caiu 95,3% entre 2016 e 2017.

Bibiana Dihl/ZH

Foto: Secretaria de Saúde de SC / Divulgação