Região
Consulta Popular escolhe a demanda “segurança” em Tapera
12 agosto 2017 | Região
Compartilhe:

A votação que define as prioridades nos municípios para orçamento do Estado em 2018 na Consulta Popular obteve boa participação em Tapera. Foram 1.554 votos, quando a necessidade para o município seria de 476 votos. Em 2016 votaram pouco mais de 400 taperenses.

Segundo o presidente do Corede Alto Jacuí – Conselho Regional de Desenvolvimento, Roberto Luiz Visoto, este expressivo número de votos se deu pelo empenho de todos. “Entidades públicas municipais, empresas, sociedade civil organizada, cidadãos que votaram em casa também pela internet, parcerias como com a Emater, que fez um trabalho fantástico, indo para o interior coletar votos, enfim, foi uma grande mobilização para melhorar nosso município”.

Da mesma forma, destacou Visoto, a mobilização também foi muito boa em todos os municípios integrantes do Conselho, que registraram boa participação.

As demandas eram segurança, saúde, agricultura e polo tecnológico.

Resultado

Tapera elegeu como prioridade a segurança, com 998 votos. A saúde recebeu 94 votos, a agricultura (telefonia e internet) 406 votos, a agricultura (infraestrutura rural) 25 votos, a demanda polo tecnológico recebeu 26 votos e o gerenciamento residual sólidos cinco votos.

Dia 17 de agosto ocorre a assembleia regional do Corede Alto Jacuí, às 19h, em Cruz Alta, quando serão definidos os recursos para os devidos projetos elencados nesta votação popular.

Como é feito

Os 28 Coredes do Estado fizeram o Plano Estratégico de Desenvolvimento (PED). Cada Corede escolheu três de seis demandas para receber recursos. “Com a situação atual da economia brasileira, não haverá mais recursos sem necessidade pública. A Consulta Popular está aí para ouvir o que a população quer”, avalia Beto Visoto.