Coprel anuncia R$ 58 milhões em investimentos na assembleia geral
18 março 2018 |
Compartilhe:

O anúncio do maior plano de investimentos da história da cooperativa, juntamente com resultados expressivos do ano de 2017 marcaram as Assembleias Gerais Ordinárias da Coprel Energia e da Coprel Geração e Desenvolvimento, realizadas na manhã de sexta-feira (16), em Ibirubá, com um público de 1.074 pessoas.

As atividades iniciaram com a Assembleia da Coprel Cooperativa de Energia. No ano de 2017, a cooperativa investiu R$ 28,5 milhões, e a projeção para 2018 é de R$ 35,4 milhões, com destaque para as obras da Subestação de Energia em Marau, e para a ampliação da subestação de Ibirubá. Os cooperantes também aprovaram a destinação das sobras da cooperativa, para o fundo de expansão de redes, o fundo de desativação de redes elétricas, e o novo fundo “Mais Energia”, por meio do qual a Coprel vai auxiliar os cooperantes em obras de aumento de carga, custeando 40% do valor do investimento a ser pago pelo cooperante, em projetos de até 50 mil reais. E além da participação da Coprel, o valor restante pode ser financiado pelo convênio de cooperação mantido pela cooperativa.

A Assembleia da Coprel Cooperativa de Geração de Energia e Desenvolvimento apresentou os investimentos realizados em projetados na área de geração e também de internet. Em 2017, a cooperativa investiu R$ 6 milhões em suas atividades de geração de energia, e R$ 6,7 milhões foram investidos na área de internet. Para este ano, foram anunciados investimentos de R$ 11,5 milhões em projetos de geração de energia limpa e renovável, incluindo a repotencialização da usina do Pinheirinho, em Ibirubá; e R$ 10,9 milhões para a Triway Internet e Telefonia, ampliando o acesso à comunicação no interior, o que é uma das principais demandas apresentadas pelos cooperantes e pelo conselho consultivo da cooperativa, devido a importância da internet para a permanência e retorno do jovem rural ao campo. Os cooperantes também aprovaram a destinação das sobras da cooperativa de geração: parte será destinada ao fundo Auxílio Pecúlio, parte para os investimentos em geração de energia renovável, e parte também para o fundo de projetos de internet, que prevê a disponibilização de infraestrutura para atender mais de mil famílias cooperantes.

Eleições dos Conselhos de Administração e Fiscal

Nas duas cooperativas, houve a renovação do conselho fiscal. Na Coprel Energia, foi eleito um novo membro para o conselho de administração, para ocupar o cargo que ficou vago em razão do falecimento de um conselheiro. Na Coprel Geração, também houve eleição para o Conselho de Administração, sendo reeleita a diretoria composta pelo Presidente Jânio Vital Stefanello, vice-presidente Elso Scariot e secretário Décio Floss. Todas as regiões de atuação da cooperativa, que são um total de 7, são representadas nos conselhos das duas cooperativas, garantindo a participação do maior número de municípios.  O nome de todos os conselheiros eleitos está disponível no site: www.coprel.com.br.

Números expressivos reforçam a importância do modelo de governança da Coprel

“O ano do cinquentenário certamente ficará marcado como um dos melhores da história da cooperativa”, destaca o presidente Jânio Vital Stefanello. Além do melhor resultado apresentado, os investimentos a serem realizados durante este ano reforçam a solidez da cooperativa. “A Assembleia apresentou ótimos resultados na área de energia, geração e internet, mas muito mais importante que os números, é o resultado social da Coprel, é o que realmente nos diferencia como cooperativa. Vamos investir para continuar levando energia e internet de qualidade para o campo, e fortalecemos os fundos sociais, para poder participar dos investimentos de aumentos de carga e internet. Certamente muitos cooperantes vão poder investir em infraestrutura e terem mais renda, e mais jovens se sentirão estimulados a prosseguirem nas atividades da família. A missão da Coprel tem a ver com cuidar das pessoas, investir o resultado econômico nos programas sociais, e esta Assembleia mostrou mais uma vez que a cooperativa está no rumo certo”, finaliza Stefanello. (Ascom)