Agricultura Ibirubá
Cotribá dá início ao recebimento da safra de soja 2020/2021
2 março 2021 | Agricultura Ibirubá
Compartilhe:

As expectativas para a colheita da soja são boas, pois os dados do 5° levantamento da safra 2020/2021 da Conab, apontam para uma área cultivada da soja de 6.055.000 hectares, com uma expectativa de colher uma média 55,2 sc/ha.

No plantio do grão a preocupação era referente a distribuição de chuvas, pois o inverno foi mais seco em 2020 e um ocorreu um pequeno período de falta de chuva no plantio da soja, mas a partir do dia 26 novembro do ano anterior, as chuvas se intensificaram, com mais uniformidade, frequência, o que facilitou o plantio e boa emergência da cultura soja no campo.

O coordenador técnico da Cotribá, Eng°. Agr°. Fernando Müller, comenta que, o Departamento Técnico da Cotribá, sempre ao lado do produtor, levando novas tecnologias, que possibilitam ao nosso associado, buscar as melhores produtividades no campo e obter melhores resultados na hora colheita:

Vários são os fatores que vão contribuir para uma boa produtividade, sendo algumas delas: a rotação de culturas, a escolha da cultivar, qualidade da semente, o tratamento de semente, o uso do inoculantes, azospirillum, trichodermil, fertilidade do solo, correção do solo, adubação, população de plantas, manejo das plantas daninhas, doenças, pragas e o mais importante, a distribuição das chuvas no estado”. Explica Eng°. Agr°. Fernando Müller

A Cotribá, está sempre buscando novas cultivares de soja, que possam proporcionar aos nossos associados, as melhores as produtividades, conforme o tipo de solo e clima, conforme o município de atuação:

“O que se observa no campo, o produtor que seguiu as recomendações técnicas e fez um bom investimento, deve colher médias muito boas nessa safra, algumas devem ficar na história, sendo as melhores produtividades de soja, já alcançadas a campo. Tivemos um clima muito favorável até o momento. Temos que levar em consideração, que ainda precisamos de chuvas boas nas próximas semanas, para confirmar a boa safra de soja, na área da atuação da Cotribá e no estado do Rio Grande do Sul a cooperativa já recebeu as primeiras cargas de soja, no município de Santa Margarida do sul do associado Adão Luiz Vargas Mosselini, da localidade do Corredor de Bagé, e em  Sant’ana do Livramento também deu início ao recebimento de soja, onde a primeira entrega foi do produtor Mauro Pedro Friedrich, cargas essas com bons números de sacas por hectares e isso mostra, que estamos com um bom potencial das lavouras de soja no estado. A soja precoce, está finalizando o seu ciclo e as cultivares de ciclo médio e tardias necessitam de mais chuvas, para completar o seu ciclo e garantir uma boa produtividade”.  Comenta Fernando

Foto 1,2,3

 

Mesmo com uma boa perspectiva em relação à safra, na fase atual da planta a chuva se faz necessária como explica Fernando Müller:

“A última chuva que ocorreu no dia 23 de fevereiro no estado, trouxe um pouco de preocupação, por ser muito desuniforme, sendo que, em alguns locais, não tivemos chuva e isso nos traz uma preocupação, pois a fase que a soja se encontra, precisa mais água, para o enchimento de grãos. Temos uma previsão de chuva, para semana que vem e vamos ficar na torcida que seja uma chuva mais uniforme, para o estado”. 

 

Podemos considerar que na média e nesse momento a cultura da soja se encontra da fase de florescimento (15%), enchimento de grãos (70 %) e na fase maturação (15%).

“Quando se avalia o potencial e se observa inúmeras vagens concentradas na planta, e algumas cultivares mostrando uma ótima ramificação (engalhamento), sendo a haste principal, a responsável por grande parte da produção da planta. Estamos avaliando também, o sistema radicular da soja, o seu desenvolvimento em profundidade, bem como, a sua nodulação, que no processo de fixação do nitrogênio, é um fator determinante para uma boa produtividade”. Enfatiza Fernando

FOTO 4,5

Com preço pago a saca de soja favorável o agricultor já deve ficar atento ao mercado e se planejar para próxima safra:

Além da expectativa da safra boa, temos o preço da soja, que está favorável, com preços muito bons até o presente momento, e por isso o produtor já deve ficar atento ao mercado da soja e no planejamento da próxima safra, analisando os custos de produção para a tomada de decisão, sobre a venda da soja, que é mais difícil, pois temos um mercado volátil e vários fatores que podem contribuir para a oscilação do preço. Importante, que o produtor, faça os seus cálculos, e efetue as vendas conforme a sua necessidade e consiga realizar uma média boa de preços, durante o ano”.

A Cooperativa já está recebendo os grãos de soja de seus colaboradores, tendo um espaço adequado:

Na abrangência da Cotribá, de norte ao sul do estado, este ano, estamos com um bom potencial da cultura. A Cooperativa coloca à disposição dos produtores, os seus armazéns, para o recebimento da safra de soja. Senhor produtor, deposite a sua safra de soja, nos armazéns da Cotribá, a garantia de bom negócio. A Cotribá, deseja a todos produtores, uma excelente safra de soja”. finaliza Eng°. Agr°. E Coordenador da Região Norte e Coordenador Técnico Fernando Müller