Cresce o número de veículos – e com ele, de acidentes
4 março 2018 |
Compartilhe:

O IBGE contabiliza 10.814 habitantes em Tapera no ano de 2017 frente 6.574 veículos emplacados (números de novembro último). Hoje, o município tem 6.717 veículos, segundo o Detran. Este ano, foram emplacados 143 veículos em Tapera (até esta semana). A média é 1,6 veículo por habitante e o seu trânsito sugere analisar o impacto na infraestrutura da cidade e talvez, mais a fundo, os fenômenos sociais decorrentes disso.

Há mais um grande número de veículos de pessoas que moram e rodam em Tapera, mas são emplacados noutros municípios. Acredita-se, portanto, que o número de veículos de Tapera é bem superior ao que apontam os dados oficiais.

A frota brasileira vem crescendo desde a década de 2.000, e, com ela, muitos problemas. Um deles é facilmente identificável: a falta de vagas de estacionamento.

No centro de Tapera – Avenida XV de Novembro, transversais centrais e ruas próximas – é difícil achar uma vaga em horário comercial. O trânsito do centro nos horários mais críticos – meio-dia e a partir das 17h30min –, concentra-se nos cruzamentos com a Avenida XV, do City até o Clube Aliança.

Vários acidentes já ocorreram nesses pontos. A Brigada Militar atende as chamadas, geralmente acidente com danos materiais, sem vítimas.

Em alguns momentos do dia, a Rua Rui Barbosa, paralela à avenida, fica tomada de carros estacionados da Guido Mombelli até quase a Marechal Floriano, perto do Supermercado Santa Clara.

Conselho aprova alterações no trânsito

O Conselho Municipal de Trânsito esteve reunido na tarde de terça-feira, 27/2, para avaliar as solicitações dos vereadores e da comunidade taperense. Alguns projetos foram analisados e aprovados, como redutores de velocidade, estacionamento oblíquo, estacionamento para carga e descarga, mão única e quebra-molas.

Devido ao grande número de solicitações recebidas, o Conselho deliberará sobre as demais no decorrer do ano.

Foto em destaque: Manhã desta semana na Rua Rui Barbosa