Diretora alerta sobre redução do orçamento do IFRS na Câmara
22 julho 2017 |
Compartilhe:

A 17ª Sessão Ordinária da Câmara de Vereadores de Ibirubá, realizada na última segunda-feira (17), contou com a participação da Diretora do IFRS Campus Ibirubá, Migacir Trindade Duarte Flôres, atendendo convite dos vereadores Henrique Hentges e Dácio Moraes (PT).

Bastante objetiva, a Professora Migacir explicou mais uma vez a situação financeira e orçamentária da instituição – que passa por sérias dificuldades – e também falou da importância de a região ter uma instituição deste nível e porte, tanto no aspecto do desenvolvimento econômico como até mesmo objetivamente financeiro, para o município.

Mais que a formação de mão de obra qualificada, o IF estimula a capacitação e o crescimento das empresas. Além disso, o grande número de servidores que atuam e se estabelecem na cidade cria uma demanda local significativa.

Até agora, o governo federal repassou somente 70% das verbas do orçamento previsto de 2016 para custeio, o que permitirá trabalhar até setembro. Migacir lembrou que, em anos anteriores, todo o valor do orçamento estava disponível até meados do carnaval, o que facilita o planejamento e o processo de contratação de serviços, que deve ser todo licitado.

O governo acenou com corte de 10% do custeio e 40% do orçamento do capital. Ocorre que os recursos repassados ao IF estão tendo de ser empregados na manutenção. A partir de agora, os cortes podem afetar as atividades da própria instituição.

A diretora do IF solicitou o apoio das lideranças políticas para fazer com que os estudantes tenham seus direitos garantidos e que a instituição possa continuar com o processo de consolidação – há uma obra paralisada.

Como o vereador Henrique Hentges, sua colega Jaqueline Brignoni Winsch fez uma defesa enfática da instituição. Ela apresentou moção de apoio à manutenção das verbas destinadas aos Institutos Federais. O vereador Vagner Oliveira convidou a Diretora Migacir para a próxima reunião da Ascamaja, que ele preside (dia 28, em Victor Graeff), para falar do tema às demais lideranças regionais.