Agricultura
Em Linha São Rafael, produção de melado em escala comercial
1 agosto 2017 | Agricultura
Compartilhe:

Zeno, Maria e Luiz são agricultores familiares

Aperfeiçoar o doce sabor do melado de cana é uma arte que une pai, mãe e filho em Linha São Rafael, Tapera. A despeito das dificuldades, a Agricultura Familiar está criando novas oportunidades, o que fez com que um jovem agricultor que estava trabalhado na cidade voltasse para o campo.

A propriedade de Zeno Lauro Simon e Maria Lucinda conta com a força jovem do filho Luiz Antônio, 27, na produção de melado. Ele estava trabalhando em uma empresa, Lagoa dos Três Cantos, mas voltou.

Desde 2016, a produção crioula tornou-se comercial, produzindo também para a merenda escolar. O extensionista da Emater Jair Ross percebeu o potencial na atividade e sugeriu a aquisição de uma máquina de bater o melado de um produtor que havia parado de produzir. Negócio fechado.

As novas instalações estão sendo construídas e, com a papelada em dia, a previsão é produzir de 800 a 1000 quilos de melado este ano.

O filho Luiz gostou do incentivo para permanecer na propriedade, que vêm dando resultado. “Hoje, se eu saísse de casa, faria muita falta”, lembra. Essa é uma atividade para 30, 40 anos, e só vem fortalecer a permanência da família nos nove hectares de terra.

O trabalho é realizado em parceria com outros agricultores, uma vez que a Família Simon não produz ainda toda a cana-de-açúcar necessária, adquirindo parte da matéria prima de terceiros.

A próxima etapa é concluir as instalações e depois inscrever-se no Programa Estadual da Agroindústria RS, para obter o Selo Sabor Gaúcho.

Contatos pelo fone 99603-0339.

Máquina de bater substitui o trabalho manual