Emplacamentos reverteram mais de R$ 1 milhão em impostos para o município ano passado
26 agosto 2017 |
Compartilhe:

Emplacar o veículo em Tapera dá um bom retorno para o município. Metade do valor do IPVA volta para onde foi efetuado o emplacamento. O Centro de Registro de Veículos Automotores de Tapera (CRVA) atende proprietários do município e região, prestando serviços com vínculo ao Cartório de Registro Civil.

A secretária municipal da Fazenda, Claudete Teresinha Bervian, ressalta que o emplacamento dos veículos em Tapera é muito importante, “pois 50% da arrecadação do IPVA retorna ao município, e os outros 50% são do estado. O Município de Tapera, no exercício de 2016, arrecadou R$ 1.071.897,26. Deste valor, 20% é destinado ao Fundeb – Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e para pagamento dos professores, 15% vai para a saúde e o restante para pagamentos de qualquer despesa”, informou. Além disso, há o retorno do ISSQN sobre o emplacamento, que também retorna aos cofres municipais (3%).

Segundo os administradores do serviço, Claudio Volnei Sand e Maiara Sand, muitas pessoas que residem em Tapera emplacam seus veículos em Passo Fundo, Carazinho, Espumoso e Ibirubá, o que faz com que os impostos cobrados retornem para estes municípios.

Por outro lado, moradores de muitos municípios da região que não possuem CRVA procuram Tapera para emplacar seus veículos. O retorno do IPVA também vai para seus municípios de origem, mas em Tapera eles visitam o comércio, fazem suas transações e consomem, além do custo do próprio emplacamento, que fica. “Muita gente faz compras aqui enquanto vistoriamos o veículo”, lembra Cláudio.

Claudio e Maiara atendem Tapera e região