Saúde
Exame de mamografia a partir dos 50 anos na rede pública
1 abril 2017 | Saúde
Compartilhe:

 

Ibirubá – A rede pública alterou a idade mínima das mulheres para a realização do Exame de Mamografia pelo SUS. Agora, ao invés dos 40 anos, a idade mínima passa para os 50 anos. A realização de exames preventivos é importante para o diagnóstico e tratamento de doenças como o câncer de colo de útero e de mama.

“As Unidades de Saúde de Ibirubá oferecem exames preventivos e de rastreamento pelo SUS. As mulheres devem procurar o Posto de sua abrangência domiciliar e fazer o agendamento de uma consulta com a enfermeira responsável da Unidade”, orientou a enfermeira Amanda Webber, coordenadora da Saúde da Mulher no município.

Na consulta, a enfermeira conversa com a mulher, faz questionamentos, esclarece dúvidas e já realiza os exames preventivo do câncer de colo de útero e clínico de mama.

Exame do colo de útero

O exame do colo de útero é recomendado para mulheres a partir do início da vida sexual, até os 64 anos. Após este período, somente em alguns casos. O protocolo do Ministério da Saúde recomenda este limite de idade, pois estudos comprovam que, após os 64 anos, o risco de desenvolver a doença é muito pequeno. O colo do útero tende a se atrofiar, dificultando a coleta de material. “É importante que a mulher faça o preventivo, pois qualquer lesão no colo diagnosticada no início pode ser tratada sem a necessidade de uma intervenção cirúrgica”, explicou Amanda. O exame deve ser realizado anualmente.

Exame de Mamografia

A enfermeira também informou que a Coordenadoria Estadual de Saúde alterou a idade mínima para a realização do Exame de Mamografia pelo SUS. “De 40 anos, agora é a partir dos 50 anos até os 69 anos”, anunciou Amanda, salientando que, nesta faixa etária, a Mamografia é disponibilizada como rastreamento. “Se a Mamografia estiver normal, o Ministério da Saúde recomenda repetir o exame a cada dois anos”, destaca a enfermeira.

Mulheres na faixa etária de 35 aos 50 anos podem realizar o exame caso notem alguma alteração na mama. Ainda, é possível a realização do exame via SUS caso tenham casos de câncer de mama ou câncer de ovário na família.

Na faixa dos 40 a 50 anos, se a mulher deseja fazer a Mamografia como rastreamento, poderá fazê-lo pela Tarifa Social, mediante o pagamento da diferença no valor de R$ 120 junto à Datamed em Ibirubá.

Em mulheres mais jovens, não é recomendado que se faça o Exame de Mamografia, pelo alto índice de radiação e pela mama ser de aspecto mais denso. Nestes casos, o MS recomenda a Ultrassonografia, que é mais efetiva. Segundo a secretária de Saúde Carlota Artmann, o Exame de Mamografia pelo SUS é realizado em Cruz Alta. A SMS de Ibirubá faz o agendamento da data e disponibiliza um transporte para levar as pacientes até o local do exame.

Para este ano, a Secretaria de Saúde está planeja realizar dois sábados específicos de campanhas de prevenção, de forma a possibilitar horários diferenciados para abranger o maior número possível de mulheres. “As Unidades de Saúde do nosso município estão sempre à disposição do público feminino para a realização dos exames de prevenção”, destacou Carlota.