Farsul viabiliza alterações no zoneamento agrícola da soja
2 setembro 2017 |
Compartilhe:

 

A portaria nº 18 do Zoneamento Agrícola deste ano, de 20/07/2017, trouxe alterações altamente prejudiciais e inadequadas ao Rio Grande do Sul, especialmente para os municípios que possuem as classificações de solo do “Tipo 2” (teor de argila entre 15% e 35%), o que abrange praticamente a maioria dos municípios da Metade Sul. No Zoneamento Agrícola dos dez anos anteriores neste tipo de solo, tanto para cultivares dos grupos GI e GII, era recomendado o plantio no período compreendido entre 20 de outubro e 31 de dezembro.

De acordo o presidente do Sindicato Rural de Ibirubá, com Elmar Konrad, presidente da Comissão de Crédito Rural da Farsul, esta respectiva portaria trouxe alterações inadequadas, indicando como período de plantio ideal 20 a 30 de setembro e 1º a 20 de dezembro, respectivamente. “Estes períodos não condizem com a prática usual do Estado, que tem como período preferencial entre os dias 10 de outubro até o final de novembro”, explicou.

A Farsul, por meio da Comissão de Crédito Rural, esteve em tratativas com o Ministério da Agricultura, através do coordenador do zoneamento Hugo Borges, e com o secretário de Política Agrícola, Neri Geller. Também foi contatada a Embrapa, responsável pela definição do zoneamento.

O presidente da Farsul, Carlos Sperotto, agendou reunião que aconteceu no último sábado (26/8) com o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, governador José Sartori, vice-governador José Paulo Cairoli, secretário da Agricultura Ernani Pollo, senadora Ana Amélia Lemos, coordenador do Zoneamento do MAPA, Luiz Gonçalves, e representantes da Embrapa.

Depois do debate chegou-se ao entendimento que para este ano (safra 2017-2018) será alterado o zoneamento para a cultura da soja no RS. Também concluiu-se que, para os anos seguintes, será detalhado e analisado conjuntamente o Zoneamento Agrícola da Soja RS, entre entidades representativas do dos produtores com entidades de pesquisas (Embrapa e universidades) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Foto: Integrantes do Sistema Farsul com o ministro Blairo Maggi, governador Sartori, vice Cairoli, secretário Ernani Polo, senadora Ana Amélia, coordenador Luiz Gonçalves (MAPA) e representantes da Embrapa