Saúde
Ginecologia e obstetrícia – mitos e verdades
4 março 2018 | Saúde
Compartilhe:

O DIU hormonal, de levonorgestrel, produz reações no início do uso? – VERDADE

O DIU hormonal, de levonorgestrel, promove redução do fluxo menstrual e das cólicas, mas nos primeiros meses pode trazer pequenos sangramentos. Também pode ocorrer piora discreta da acne e queda de cabelo ou oleosidade. Depois dos seis primeiros meses de uso, esses sintomas costumam desaparecer.

É normal ter cólicas durante a menstruação? – MITO

Não é normal ter cólica menstrual muito forte, que obriga a mulher a usar medicação forte em casa ou mesmo ir a um hospital para ser tratada. Quando isso acontece, o melhor a fazer é procurar um médico, porque algum tipo de doença pode estar causando essa cólica. A endometriose é, por exemplo, a principal doença por trás das cólicas menstruais muito doloridas.

A candidíase é uma doença transmitida sexualmente? – MITO

Não existem evidências de que o corrimento vaginal causado pelo fungo da candidíase tem como origem a transmissão sexual. E não existe necessidade de tratar o parceiro, segundo os protocolos e diretrizes médicas.

A reprodução assistida leva sempre à gravidez de gêmeos? – MITO

Com o aperfeiçoamento das técnicas de laboratório, na reprodução assistida, foi possível reduzir o número de embriões a serem inseridos na mulher e a gravidez de gêmeos passou a ser uma escolha e não mais uma consequência inevitável do processo de fertilização in vitro.

Na menopausa, a mulher necessariamente seca por dentro? – MITO

A menopausa traz algumas mudanças físicas e, dentre elas, pode aparecer um ressecamento da mucosa vaginal, que atrapalha nas relações sexuais, mas o transtorno pode ser facilmente corrigido. Procure um ginecologista.

A grávida deve comer por dois? – MITO

A gestante deve se alimentar de forma balanceada, com intervalos curtos (entre 2 e 3 horas), e o ganho de peso total deve ser próximo dos 12 quilos, já que o aumento excessivo de peso está relacionado ao aumento de risco de doenças como diabetes gestacional e hipertensão.

Adolescentes não devem usar contraceptivos, pois terão redução da fertilidade no futuro. – MITO

As adolescentes, após a primeira menstruação, podem usar quaisquer métodos contraceptivos sem repercussão em seu futuro reprodutivo.

 

Após os 40 anos, a mulher ainda engravida? – VERDADE

Entretanto, ocorre uma redução de fertilidade a partir dos 35 anos, mas a fertilidade ainda existe até a menopausa.

Após algum tempo tomando anticoncepcional, é necessária uma pausa? – MITO

Não, este é um conceito antigo. Não se recomenda parada do uso do contraceptivo, exceto se houver desejo reprodutivo.

É necessário passar o fundo da calcinha ou fervê-la para evitar doenças? – MITO

Não. A higiene adequada, ou seja, lavar e secar bem a roupa íntima, é o suficiente. Deve-se atentar para algumas alergias causadas por produtos químicos em pessoas sensíveis.

O uso de calça jeans pode causar corrimento? – VERDADE

Sim. O abafamento causado por tecidos sintéticos e a transpiração podem causar um desequilíbrio da flora vaginal e, portanto, causar corrimento.

Sempre que estiver com dúvidas, consulte um ginecologista.

 

Dra. Grazieli Sassi

Professora titular da Universidade de Passo Fundo

Título de especialista em Ginecologia e Obstetrícia – TEGO

Pós graduação em Ultrassom ginecológico e obstétrico – EURP

Pós graduação em Videohisteroscopia – FELUMA

Atendimento na Rua Flores da Cunha, 900, sala 05 – Ibirubá

Contato: 3324-3704 ou 98424-3704