Região
IFRS paralisou parcialmente suas atividades ontem
11 novembro 2017 | Região
Compartilhe:

O IFRS Campus Ibirubá realizou durante toda a sexta-feira (10) uma paralisação parcial de suas atividades, em prol de pautas de interesse dos servidores, alunos e da própria comunidade. Como nem todos os professores decidiram seguir a orientação do Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (SINASEFE) – entidade sindical representativa dos servidores de toda a rede de ensino federal – em paralisar suas atividades, alguns alunos tiveram aulas normalmente.

Nos casos em que os professores resolveram aderir à paralisação, os alunos foram convidados a participar de debates referentes às reivindicações nos horários em que não tiveram aula. A pauta de reivindicação, conforme orientação do SINASEFE, é a seguinte:

1 – Revogação da MP 805/2017, que suspende o reajuste salarial dos servidores docentes e aumento de alíquota de contribuição previdenciária de 11% para 14%;

2 – Contra a Reforma da Previdência;

3 – Contra o PL 116/17, que trata do fim da estabilidade dos servidores públicos;

4 – Contra a reestruturação de carreiras promovida pelo Governo Temer;

5 – Contra o Programa de Desligamento Voluntário (PDV);

6 – Contra a redução dos salários dos servidores públicos;

7 – Contra os cortes no orçamento do IFRS e em defesa da educação pública, gratuita e de qualidade;

8 – Contra as terceirizações em todos os níveis;

9 – Realização de auditoria cidadã da dívida com a participação popular.

Conforme o Sindicato, o momento é muito delicado, pois os projetos de lei e modificações na Constituição Federal retiram direitos dos servidores e trabalhadores em geral. Além disso, há ainda o fato de que os Institutos Federais de Educação apresentam sérias dificuldades em manter-se em funcionamento, já que o orçamento está muito aquém do realmente necessário.

Foto: Reprodução