Geral
Junta de Trânsito está mais atuante em Ibirubá
8 abril 2017 | Geral
Compartilhe:

O prefeito Abel Grave nomeou dia 28/3 os novos membros efetivos e suplentes da Junta Administrativa de Recursos e Infrações de Ibirubá (JARI). A Junta existia desde 2010, mas não vinha funcionando efetivamente.

A intenção agora é realizar encontros quinzenais para julgar os recursos de infrações de trânsito do município, os quais, aliás, encontram-se em grande número atrasados. O primeiro encontro foi realizado segunda-feira.

Conforme o diretor da Divisão de Trânsito Municipal, Luciano Ribas, a JARI é essencial para o funcionamento jurídico do Departamento.

Fazem parte da JARI os seguintes membros representantes (mandato de dois anos):

 Do Órgão Municipal de Trânsito

Titular: Elisabete Regina Klein – Presidente da JARI e também secretária executiva, lança os recursos e homologa as multas. Suplente: André Leandro Koch

Da Associação dos Motoristas

Titular: Ireneu Vianna – Ex-presidente da Associação dos Motoristas e motorista profissional há 43 anos. Suplente: Divio Zeni

Com conhecimento na área do trânsito

Titular: Marcelo Gunchoroski – formado em Direito, será o relator dos processos. Suplente: Alessandro Pedro Diesel

Para que serve a JARI?

A principal finalidade da Junta é julgar os recursos de multas do município. Num primeiro momento, quem julga é a própria Divisão de Trânsito. Caso a pessoa multada não concorde com a penalidade, tem a opção de entrar com recurso, que então é avaliado.

FOTO: Marcelo Gunchoroski, Elisabete Regina Klein e Ireneu Vianna