Miss Rio Grande do Sul: quem será a sucessora de Letícia Kuhn?
8 julho 2017 |
Compartilhe:

 

A poucos dias de se despedir do título de mulher mais bela do Estado do Rio Grande do Sul, a taperense Letícia Borghetti Kuhn, 23 anos, conversou com a Reportagem do Jornal da Integração sobre seu reinado.

Logo após ser coroada em 23 de julho de 2016, Letícia não parou. Ela analisa que se tornar Miss, além do prestígio, resultou em muitas mudanças na rotina. “Me dediquei exclusivamente ao Miss e foi uma preparação árdua, vida de miss, vida de atleta. Abdiquei de muita coisa, sei que nada vem sem sacrifício.”

O sonho, no entanto, começou bem antes disso, quando ficou em 4º lugar no concurso de 2014 (foi escolhida Marina Helms, de São Lourenço do Sul). Em 2015, a taperense ficou fora da competição devido às regras e no ano passado foi com tudo. Encantou os jurados com sua confiança, simpatia e desenvoltura.

Mesmo com tantos compromissos, fotos para campanhas e eventos, a bela não abriu mão das causas sociais, como na Escola Girassol Apae de Tapera, a Campanha do Agasalho 2017, Instituto Desejo Azul e o Instituto de Cardiologia, ambos de Porto Alegre – ações que Letícia não pretende parar. “Sempre gostei de ajudar. Claro que o título deu ênfase em minhas ações. Ajudar ao próximo é lição que trago de casa, é gratificante” destacou.

Em uma breve respectiva, a beldade lembra com muito carinho da torcida das pessoas. “As mensagens, o incentivo, a recepção calorosa no Município de Tapera. Não tem como esquecer quando anunciaram que eu era a Miss Rio Grande do Sul, a felicidade no rosto das pessoas, da minha família. Por isso me dediquei tanto, para orgulhá-los mais uma vez e sentir todo esse carinho dessas pessoas queridas e que torcem pelo meu sucesso!”

Letícia com a Miss Brasil 2016, Raissa Santana

 

Miss RS 2017

A Miss vem acompanhando de perto as candidatas que disputam o título de 2017, e se impressionou pela beleza e foco das concorrentes. “O grupo é muito forte e equilibrado, as meninas estão muito bem treinadas e focadas. Todas vieram em busca da coroa mesmo, não estão para brincadeira!”, avaliou.

À sua sucessora, a Miss Rio Grande do Sul BE Emotion 2017, Letícia deseja sucesso e coloca-se à disposição para o que for necessário. “Trocar experiências é sempre muito bom. A nova Miss precisa ser responsável para encarar uma vida totalmente radical. Honrar a faixa que carregará em seu peito, representando um povo. Uma Miss com postura é ainda mais bela.”

Para o futuro, Letícia já tem planos. Voltou a cursar a faculdade de Administração pela Universidade de Passo Fundo, continuará realizando trabalhos como modelo e pretende abrir um empreendimento.

A taperense agradece ao seu povo, à família e a todas as pessoas que compartilharam esses momentos memoráveis. “É uma das páginas mais lindas da minha vida, é a minha história que nunca será apagada” finalizou.

“Me tornei referência, inspiração para pessoas que sequer conhecia. Procurei somar, direta ou indiretamente na vida dos gaúchos. Cresci não só como profissional, mas como pessoa. A Letícia de hoje não é a mesma que pisou na passarela em 2016. Amadureci, e muito. Trabalho pela conquista dos meus objetivos, defendo o que acredito e, de sobra, sonho.”

 

A grande final

Para esse ano, a organização do concurso de beleza inovou. Somente cinco candidatas participam da grande final.

As 20 concorrentes foram escolhidas numa seletiva realizada entre os dias 10 e 11 de junho no Canoas Parque Hotel. Agora, entre os dias 9 a 14 de julho, as meninas permanecerão confinadas no Villa Ventura Ecoresort, e serão avaliadas por um júri de alto nível, e eliminadas no “Programa da Regina”, da Band RS.

Sob comando de Regina Lima e Maysa Bonissoni, a final, ao vivo, contará com apenas cinco candidatas, onde passarão pela última avaliação nos tradicionais desfiles de gala, maiô e entrevista.

A grande final do Miss Rio Grande do Sul BE Emotion 2017 acontece na próxima sexta-feira, 14, no Hotel Villa Ventura, em Viamão.

A transmissão pela TV acontece apenas para a Band Porto Alegre, mas os telespectadores poderão acompanhar pela transmissão ao vivo no Facebook e pelo Instagram da taperense: @letikuhn1.

“Levo comigo também o aprendizado, posso dizer que hoje não sou a mesma pessoa que eu era antes de ser eleita. Quando recebi o título, (foi só) no dia seguinte que caiu a ficha de que eu era a representante do meu Estado. E que, a partir daquele dia, eu passaria a ter compromisso com o meu povo. Acredito que não decepcionei ninguém, e que só tenho a agradecer a todos pelo carinho, incentivo e ajuda que me deram.”