Tapera
Município segue com prevenção ao uso de álcool e drogas
8 julho 2017 | Tapera
Compartilhe:

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania de Tapera promoveu quarta-feira atividades de conscientização sobre o uso de drogas ilícitas e álcool.

Pela manhã, o médico Pedro Augusto Fernardes, do Hospital Roque Gonzalez, dialogou com alunos do Ensino Médio da Escola Estadual de Ensino Médio 8 de Maio. Através do tema “Alcoolismo uma doença social”, o Dr. Pedro abordou o uso precoce do álcool, acidentes, repercussões clínicas no organismo e doenças resultantes.

Já o pastor Roberto dos Santos, da Igreja Batista Nacional, falou com um grupo de idosos à tarde. À noite, a conversa foi com pais das crianças e jovens que participam das oficinas do serviço de convivência e fortalecimento de vínculos e beneficiários do Bolsa Família.

Diz ele que mais de 20 milhões de pessoas são dependentes químicos no Brasil e que 50% das mortes têm a presença de álcool, seja por acidente de carro ou por violência.

O prefeito Volmar Kuhn comentou que Tapera já teve 490 família beneficiadas pelo Bolsa Família. Atualmente, são 137. “É um grande avanço. O Bolsa Família não pode se tornar um emprego. Como Administração Municipal, estamos sempre buscando parcerias com as empresas, proporcionando novos cursos profissionalizantes e incentivando as pessoas a buscarem a qualificação”, argumentou.

A secretária da pasta de Assistência Social, Miriam Visoto, enfatizou que o álcool é um grande problema. “Quanto mais esclarecimento sobre o assunto, melhor”, analisou.

Após a palestra, a responsável pelo Bolsa Família e pelo Cadastro Único, Jocelaine Dalmagro, esclareceu sobre o funcionamento do programa federal e falou sobre as responsabilidades das famílias beneficiadas.

Cerca de 50 famílias beneficiadas pelo Bolsa Família e 30 pais ou responsáveis pelos usuários das oficinas de convivência participaram do encontro à noite.