Polícia
Ocorrências Policiais de Ibirubá e região
15 fevereiro 2021 | Polícia
Compartilhe:

Cumprimento de mandado- Prisão Preventiva

Local: Ibirubá

Histórico

Informa o comunicante, Policial Civil, que nesta data de 12/02/21 às 06h15min em decorrência da Operação Segundo Pecado foi realizada a prisão de um foragido em cumprimento ao Mandado de Prisão. O indivíduo estava em sua residência. Preso encaminhado ao Presídio Estadual de Espumoso/RS.

 

Fato: APREENSÃO DE MENOR POR ORDEM JUDICIAL

Local: Ibirubá

Histórico

Nesta manhã, em cumprimento ao Mandado de Busca, Apreensão e Internação expedido pela Comarca de Ibirubá, em decorrência da Operação Segundo Pecado, foi apreendido o mesmo em sua residência. Também na ocasião foi cumprido Mandado de Busca e Apreensão no imóvel e apreendido os objetos elencados no auto de apreensão. O Menor foi encaminhado ao Centro de Atendimento Socioeducativo de Passo Fundo/RS.

 

Região:

Fato: HOMICIDIO CULPOSO

Local: CRUZ ALTA

Histórico

Comunica que seu irmão na manhã de 12/02/21 transitava com sua motocicleta pela avenida Santa Barbara, quando foi atingido por um veículo . Sabe que seu irmão teve a perna amputada no local do acidente e foi socorrido pelo SAMU e BM. Que no dia de hoje seu irmão veio a óbito no hospital São Vicente de Paulo, em decorrência do acidente. Esclarece que não esteve no local do acidente e não sabe maiores informações, apenas esta fazendo o registro para encaminhamento ao PIML.

 

Data Registro: Comunicação: 11/02/21

Fato: ROUBO A PEDESTRE

Local: SANTA BÁRBARA DO SUL

Histórico

Comunica que, na manhã de hoje (11/02/2021), estava caminhando na estrada, momento em que foi abordado por um indivíduo, do sexo masculino, o qual lhe empurrou e subtraiu sua Carteira de Passe Livre de Deficiente Federal, seu Título de Eleitor, seu Cartão do SUS e seu celular, cor preta, não sabendo precisar mais características. Tais objetos estavam dentro do bolso de sua camisa. Que acabou por se desequilibrar e foi em direção chão, momento em que apoiou as mãos no solo para não se machucar, e começou a gritar por socorro. Em seguida, percebeu que o indivíduo havia jogado algo fora, e pensou se tratar do telefone celular, porém era apenas a capinha deste. Devido ao fato de ser deficiente visual, não conseguiu ver nenhuma característica do indivíduo. Que no momento não havia nenhuma testemunha no local e ninguém lhe prestou socorro.