Ibirubá
Pessoas de 80 a 84 anos já podem fazer cadastramento para vacinação contra Covid-19.
19 fevereiro 2021 | Ibirubá
Compartilhe:

A Secretaria da Saúde vem realizando um trabalho com muita organização e celeridade na vacinação contra Covid-19 em Ibirubá, chamando o público-alvo, assim que recebe remessas de doses para o município.

Durante essa semana, os profissionais da saúde da linha de frente no combate à pandemia e profissionais que trabalham no Hospital da Comunidade, foram chamados para a aplicação da segunda dose da Vacina. Na semana anterior já haviam vacinado a população de pessoas com 85 anos ou mais, e agora, chamam as pessoas de 80 a 84 anos para realizar o pré-cadastramento com nome completo, CPF, data de nascimento e endereço, pelo Celular e WhatsApp 54 99253 2499. A equipe de saúde irá retornar as mensagens com data, horário e local para vacinação de cada pessoa.

A vacinação contra covid-19 é prevista para acontecer em 5 fases. Na fase 1, foram vacinados profissionais da saúde que estavam em contato na linha de frente do trabalho de atendimento pandêmico, dentro da mesma fase os idosos institucionalizados em lares de longa permanência bem como os trabalhadores nesse atendimento, e então ainda na Fase 1, os demais profissionais da saúde que possam ter contato com pessoas infectadas, como o caso dos profissionais do hospital e em consultórios de atendimento médico e estratégico na área da saúde.

Agora estamos na fase 2, que no dia 11 de fevereiro teve início e já foram vacinados pessoas com 85 anos ou mais em sistema de drive-thru e ainda, os acamados e ou domiciliados que foram atendidos a domicílio.

As demais fases de vacinação, fases 3, grupo prioritário e grupo não prioritário deverão ser informados através de todos os canais de comunicação, impressos, redes sociais e rádio, já nos próximos dias, assim que a Secretaria da Saúde receber nova remessa com doses da vacina.

A boa notícia é que na última quarta-feira, dia 17, o Ministro da Saúde Eduardo Pazzuello em reunião com governadores de todo o Brasil, anunciou a remessa de mais 11 milhões de doses ainda no mês de fevereiro e mais de 230 milhões de doses até a primeira metade do ano de 2021. Isso dá um alento a todos os segmentos da sociedade, principalmente aqueles grupos que aguardam ansiosos pela retomada de suas atividades econômicas.