Petrobras passa a divulgar preços médios de gasolina e diesel em refinarias e terminais
19 fevereiro 2018 |
Compartilhe:

A Petrobras anunciou que a partir desta segunda-feira passará a divulgar em seu site os preços médios de gasolina e diesel, sem tributos, comercializados em suas refinarias e terminais no Brasil.

Conforme a estatal, após o reajuste que entrará em vigor na terça-feira, o preço médio do litro da gasolina A será de 1,5148 real nas refinarias. Já o do litro do diesel será cotado a 1,7369 real.

“As revisões de preços feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final ao consumidor. Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, a mudança no preço final dependerá de repasses feitos por outros integrantes da cadeia de combustíveis”, destacou a petroleira. (Reuters)

 

Petrobras passar a divulgar preço médio nacional do litro da gasolina e do diesel

A partir desta segunda-feira, 19, a Petrobras divulga em seu site o preço médio nacional do litro da gasolina e do diesel nas refinarias e terminais, sem tributos. Em comunicado, a empresa alega que essa mudança dá mais transparência à composição do preço final dos combustíveis, reiterando o que disse ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) no último dia 7 de fevereiro o presidente da Petrobras, Pedro Parente. Já estava previsto o início dessa forma de divulgação após a semana do carnaval.

Com o reajuste que entrará em vigor na terça-feira, 20, o preço médio do litro da gasolina A sem tributos será de R$ 1,5148 e o diesel A de R$ 1,7369.

“As revisões de preços feitas pela Petrobras podem ou não se refletir no preço final ao consumidor”, reitera a empresa.

O comunicado traz ainda dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) de que o preço médio da gasolina quando foi adotada a nova política de preços da Petrobras, em outubro de 2016, era de R$ 3,69 por litro, ao passo que neste mês de fevereiro havia subido para R$ 4,23 o litro (variação de 54 centavos).

Do total, os ajustes feitos pela Petrobras respondem por 9 centavos, um sexto. No caso do diesel, naquela mesma data era de R$ 3,05 por litro e subiu para R$ 3,40 o litro, variação de 35 centavos, dos quais os ajustes feitos pela Petrobras respondem por 12 centavos (um terço).

Estadão Conteúdo

19.02.18 – 09h50 – Atualizado em 19.02.18 – 10h02