Policial
PF investiga desvio de recursos para asfaltamento de ruas no Noroeste gaúcho
7 junho 2017 | Policial
Compartilhe:

Operação foi deflagrada em vários municípios contra fraude em licitações e na execução de obras

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (7) uma operação para desarticular organização criminosa especializada em fraudes nas licitações e na execução de obras públicas, principalmente em relação ao asfaltamento de ruas em municípios da região Noroeste do Rio Grande do Sul. Somente vinte contratos suspeitos totalizam mais de R$ 30 milhões e o prejuízo estimado pode ultrapassar R$ 10 milhões.

Ao todo, cerca de 80 agentes cumpriram nove mandados de prisão, 16 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva nas cidades de Frederico Westphalen, Seberi, Derrubadas, Vicente Dutra e Barra do Guarita, além de Porto Alegre, onde um consultor empresarial investigado reside. No Noroeste, três prefeituras foram alvo de mandados judiciais. Até agora, sete empresários e funcionários de empresas foram presos.

Investigação

A investigação iniciou há quase um ano e apura vários delitos, como fraude processual, em licitações e na execução das obras públicas, sonegação de contribuição previdenciária, estelionato, crimes contra a ordem tributária, tráfico de influência, corrupção ativa e passiva, entre outros. A operação foi denominada “Entrega Simulada” por que, por exemplo, os investigados pesavam caminhões carregados com materiais que não constavam no contrato (pedras e brita) e depois emitiam comprovantes da pesagem simulando a entrega de asfalto nas obras públicas licitadas. Os fraudadores descarregavam depois as pedras ou brita e não entregavam o asfalto nas obras. No entanto, o valor do serviço não realizado era cobrado posteriormente pelas empresas. Somente em uma destas obras investigadas, estima-se que foram desviadas aproximadamente 400 toneladas de asfalto.

– Uma prefeitura teve 50% do material não entregue e que foi cobrado. Impossível que não tenha um mecanismo de controle e por isso vamos apurar se há envolvimento de servidores públicos – revela o delegado José Dinarte, responsável pela investigação.

A PF ainda lembra que a questão do asfaltamento é a principal fraude e que outras estão sendo apuradas.

 

Cid Martins / Rádio Gaúcha

07/06/2017 9h07 – Atualizado em 07/06/2017 10h14

Foto: Polícia Federal /Divulgação

Original em http://gaucha.clicrbs.com.br/rs/noticia-aberta/pf-investiga-desvio-de-recursos-para-asfaltamento-de-ruas-no-noroeste-gaucho-197702.html