Política
Polícia prende três suspeitos de assassinatos após perseguição e troca de tiros em Cruz Alta
Duas pessoas foram mortas a tiros. Polícia chegou a ouvir os disparos ao passar pelo local. Após o crime, trio tentou fugir em um carro roubado. Um quarto suspeito está foragido.
30 setembro 2021 | Política
Compartilhe:

A Polícia Civil prendeu em flagrante três jovens suspeitos de matar duas pessoas a tiros em Cruz Alta no Noroeste do estado, na noite de terça-feira (28). As vítimas dos homicídios foram identificadas como João Michel de Souza Lírio, de 32 anos, e Victor Eduardo dos Santos, de 17.

Após o crime, a Brigada Militar (BM) perseguiu quatro suspeitos, que tentaram fugir em um carro roubado, e houve troca de tiros. Três foram baleados e um deles conseguiu escapar. Ele é considerado foragido. Nenhum policial militar ficou ferido.

De acordo com a BM, uma equipe transitava pela Rua da Ladeira, no Bairro Jardim Primavera I, por volta das 21h30, quando ouviu o som de tiros. No local suspeito de ser a origem do barulho, os policiais militares tentaram abordar um carro que saia da garagem. O motorista desobedeceu a ordem da parada da BM e acelerou em direção à Avenida Santa Bárbara.

A perseguição se estendeu até a entrada do Parque de Exposições de Cruz Alta, na BR-158. No local, quatro pessoas que estavam no carro começaram a atirar com armas de fogo contra os policiais, que revidaram. Três das pessoas foram atingidas e levadas para atendimento médico no Hospital São Vicente de Paulo. Duas, os jovens de 21 anos, têm estado de saúde estável e uma, a de 22 anos, está em estado grave.

As armas usadas pelo grupo não foram localizadas pelos policiais. Houve a apreensão do carro e de munição. Na casa de onde o carro saiu, os policiais encontraram as vítimas dos homicídios.

Fonte :

Por g1 RS

A perseguição se estendeu até a entrada do Parque de Exposições de Cruz Alta, na BR-158 — Foto: Fábio Marangon/Arquivo Pessoal

A Polícia Civil trabalha para descobrir a motivação para os crimes e localizar o quarto suspeito.