Prefeitura de Ibirubá estima receita de quase R$ 100 milhões em 2018
16 setembro 2017 |
Compartilhe:

Pouca gente acompanhou apresentação do orçamento do município para 2018

A municipalidade realizou na tarde de terça-feira (12), na Câmara, audiência pública para apresentação do Projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício 2018. Após sua formatação final, a matéria será encaminhada para apreciação da Câmara, o que deve ocorrer até o dia 15/09.

A LDO é o principal elo de ligação entre o Plano Plurianual 2018-2021 (PPA), apresentado e em agosto, e a Lei Orçamentária Anual (LOA), próximo passo do projeto, que o Executivo Municipal deve finalizar até 15/11.

Embora seja assunto de interesse direto da população, acompanharam a reunião apenas alguns secretários e servidores municipais, uma vereadora, alguns veículos de comunicação e alguns poucos representantes da comunidade.

Após a abertura do secretário de Administração Valdir Lagemann e da explicação do técnico Adenor Spies sobre o orçamento do Impasi (a projeção é de superávit), o contador do município, Vinícius Feistel Valério, e o colega Éder Luis Donato revelaram que este ano foram inclusas na LDO as projeções de receitas os recursos de convênios e de financiamentos (empréstimos) que poderão ser destinados ao município no próximo ano.

Este ano, a previsão orçamentária era de 63 milhões, mas, somando a operações de crédito, o orçamento pode chegar a R$ 80 milhões – diferença de 16%. Para o próximo ano, aos R$ 80 milhões previstos para o Executivo soma-se R$ 3.360.000 da Câmara Municipal e R$ 13.350.000 do IMPASI, totalizando uma previsão orçamentária de R$ 96 milhões para 2018.

Vinicius esclareceu, ainda, que não é intenção da LDO trabalhar com os números, com exceção da quantificação das metas. Mas, dentro do planejamento orçamentário, o contador confirmou a previsão de redução de receitas e apresentou as projeções de despesas, as metas, os resultados financeiros da gestão e a estimativa da dívida do município para os anos 2018 a 2020.

Contador Vinicius Feistel Valerio conduziu trabalho terça-feira à tarde