Saúde
Psico-oncologia e tanatologia agora em Ibirubá
10 maio 2021 | Saúde
Compartilhe:

A alta complexidade de uma doença como o câncer requer que, além do tradicional tratamento oncológico, o paciente também possa ter acesso a um atendimento psico-oncológico. Desde o início da enfermidade, a psicologia busca auxiliar os pacientes quanto ao entendimento do seu estado de saúde, de forma que eles mesmos se tornem agentes participativos e ativos no percurso de superação. Além disso, pode-se considerar que a psico-oncologia traz as explicações necessárias aos pacientes e a seus familiares de todo o processo de recuperação na área psicológica.

De que forma isso acontece? Quando o diagnóstico de câncer é recebido, tanto a família quanto o paciente não necessariamente sabem como proceder. Em algumas famílias, inclusive, há o medo de pronunciar a palavra “câncer”, sendo tratada como um sinônimo para “morte”.

A função do psicólogo é ajudar a entender o que acontece nessa jornada, e como a pessoa pode enfrentar melhor a doença, os seus medos, como passar por uma cirurgia, como lidar com a dor, com a perda dos cabelos, dentre outros eventos. Trabalham-se, também, questões como o medo de morrer e a ansiedade durante o tratamento. Ensina-se a lidar melhor com as quimio e radioterapias, para que não sejam tão sofridas emocionalmente. Auxilia, também, tanto o enfermo quanto a família, a lapidar a vida social, pois tanto os relacionamentos com amizades quanto com familiares acabam sendo afetados pela modificação que a doença traz ao cotidiano.

 

 

Tanatologia

A tanatologia significa o estudo da morte, das perdas e dos traumas do ser humano. Imagine que todo ser humano necessita de ajuda para nascer. Então, em contrapartida, também existe o estudo sobre como ajudar as pessoas a conseguirem morrer em paz consigo, com seus familiares, resolver coisas que nunca haviam resolvido dentro do seu coração.

Trabalhar a morte significa que, quando um paciente recebe a notícia de que vai morrer, o tanatólogo o trata e, também, acompanha a família através do luto antecipado, para que ele se prepare para partir, e a família também esteja preparada.

Perdas e traumas podem representar várias coisas. Pode-se tratar de uma pessoa que tem medo de altura, de alguém que perdeu uma perna ou um braço em um acidente (e ainda sente como se ele estivesse lá), a não aceitação de que uma pessoa querida faleceu, dentre outros exemplos de situações. Essas todas significam formas de perdas que deixam as pessoas traumatizadas de alguma forma, e a função do tanatólogo é fazer com que este paciente deixe de sofrer por este motivo específico.

Também pensamos em luto quando falamos em término de relacionamentos, pois deixamos de conviver com a pessoa que amávamos, mesmo ela estando viva, e junto a isso, pode surgir o trauma. Muitas vezes, os relacionamentos terminam de forma muito difícil para ambos os lados, deixando um vazio e uma dor imensa que chegam ao ponto de evoluir para uma depressão, caso o paciente não consiga administrar esse luto.

Outra situação é a perda do emprego: este fato tem gerado muitos traumas, pois o sentimento fomentado é o do vazio da perda, o trauma de não ter como sustentar a família, e o luto de não ter mais o que motivava sair da cama todos os dias. O rastro deixado por isso é de desorientação e, em alguns casos, o desespero, chegando ao ponto de ter pensamentos atentatórios contra a própria vida.

A tanatologia também trabalha com aqueles pacientes que estão em processo depressivo e já tentaram suicídio, ou que ainda pensam nesta hipótese. Quando um familiar expressa que pensa em se suicidar, é muito importante que a família fique atenta, pois ele está sinalizando que algo não está bem! Atenção para a famosa frase popular de que se “fala, mas não faz”: não acredite nela. Por mais que no estado normal uma pessoa, supostamente, jamais atente contra a própria vida, em surto, nada garante que ela não o faça. O mais importante é sempre buscar ajuda especializada.

A psico-oncologia e a tanatologia caminham de mãos dadas, pois a segunda sempre é trabalhada dentro da primeira.

 

Atendimento na Clínica Estética ZEN em Ibirubá, agendamento e mais informações  54.99106.3848