Ambiente
Tapera está processando 600 toneladas de lixo da região por mês
2 setembro 2017 | Ambiente
Compartilhe:

Lideranças da região conheceram as instalações

Estes números estão confirmados pelo gerente da empresa responsável pela coleta e seleção dos resíduos sólidos e recicláveis, a Ecosul, Daniel Batista. Empresa está instalada na cidade há dois anos, e ampliou os serviços a nível regional.

Com o passar do tempo o trabalho cresceu. Este número expressivo, 600 toneladas/mês, sete toneladas/dia é resultado do material recebido atualmente, de oito cidades.

Na quinta-feira, 31, prefeitos, vice-prefeitos e pessoas ligadas ao meio ambiente dos municípios visitaram a usina acompanhados do prefeito Volmar Kuhn e do vice-prefeito de Tapera, Jorge Quadros.

A terceirização do processo de coleta e destino do lixo em Tapera hoje atende também Espumoso, Victor Graeff, Lagoa dos Três Cantos, Selbach, Campos Borges, Ibirapuitã e Colorado.

O lixo chega em caminhão e vai direto para o processamento na usina instalada na Linha Cinco Irmãos. Ali, 14 funcionários procedem a triagem de lixo molhado e do material reciclável, em um sistema manual, na esteira.

O maior volume de material reciclável é papelão e garrafas plásticas, que cai em cerca de 70% no inverno. “Se o material vem separado, secos e molhados, como é solicitado para a população, fica fácil para a separação”, alerta o gerente Daniel.

A coleta é feita por 18 prestadores de serviço. Os dois setores, coleta e processamento, empregam 32 pessoas, “uma segurança à cada família, neste período de tanto desemprego”, destacou um dos funcionários.