Cultura
Uma mulher novamente a frente do CTG Rancho dos Tropeiros de Ibirubá
14 maio 2021 | Cultura
Compartilhe:

Vivian Nunes da Silva disse que se sente honrada de ser a segunda mulher a assumir um posto tão importante na instituição

O CTG Rancho dos Tropeiros de Ibirubá, na noite de quinta-feira (13), realizou eleição para escolher a sua nova patronagem. Pela segunda vez, a entidade elegeu uma mulher para estar à frente dos trabalhos. Vivian Nunes da Silva é empresária, proprietária do Vivi Prenda Atelier, em Ibirubá, e foi escolhida como a nova patroa.

Ela assume a entidade pelo período de um ano e recebe o cargo das mãos do até então patrão Cristiano Eickstedt, que comandou as atividades por mais de 2 anos e não mediu esforços para manter as tradições vivas, mesmo em época de pandemia. Eickstedt emitiu uma nota de despedida e agradecimento:

“Aos sócios, tradicionalistas e amigos: Hoje, dia 13/05/21, encerro o meu cargo de Patrão do CTG Rancho dos Tropeiros, com isto, finalizando um ciclo de dois anos e dois meses de trabalho. Um período que me enche de gratidão e orgulho por ter tido a oportunidade de poder estar à frente desta entidade tradicionalista, pela qual tenho tanto orgulho em fazer parte. Não poderia deixar de agradecer a cada um pela ajuda, apoio, companheirismo, pelos bons momentos juntos e por ter aprendido tanto com cada um. 2020 não foi um ano muito bom para a entidade devido a estarmos restringidos de fazermos eventos presenciais. Foram realizados somente eventos online e servidas refeições em formato de drive-thru, mas o bom é que a entidade se manteve firme e forte. Quero dizer que sempre estarei à disposição de todos quando precisarem! Um forte abraço com muita gratidão e carinho! Foi uma honra ser patrão desta entidade!”

Em entrevista ao Visão Regional, a nova patroa, de 37 anos, contou sobre sua trajetória e títulos dentro do movimento tradicionalista gaúcho:

“Minha história dentro do tradicionalismo tem a mesma idade que eu. Meus pais se casaram em uma cerimônia tradicionalista, e esse amor vem de berço. Meu primeiro título (faixa) foi aos 6 anos, em São Gabriel, minha terra natal.”

“No início dos anos 90, meu pai foi transferido para Selbach, e logo que nos mudamos, passamos a nos envolver com o tradicionalismo no CTG Estância do Imigrante, onde passei por todas as categorias de prenda: Mirim, Juvenil e Adulta. Em 2001/2002, fui a 1ª Prenda da 9ª Região Tradicionalista (RT), e em 2013, fui patroa do CTG por duas gestões. Depois, aceitei o convite para ser vice-coordenadora da 9ª RT, nas administrações de 2017 e 2018. Nas gestões 2019 e 2020, fui diretora cultural da 9ª RT e, agora, assumo a patronagem do CTG Rancho dos Tropeiros, o que me deixa muito honrada!”

A nova líder mudou-se para Ibirubá no ano de 2017, e no seguinte, já passou a ajudar efetivamente nas atividades culturais.

“O CTG Rancho dos Tropeiros sempre foi uma extensão da minha casa tradicionalista. Desde a infância, eu já frequentava os eventos. Teve um ano – se não me engano, 2002 – em que fui para o Enart com a invernada de Ibirubá, e desde então, há muitos anos, me sinto em casa.”

Sobre os projetos de trabalho para sua gestão, Vivian reforça que estamos vivendo tempos nunca vividos com esta pandemia, e que o principal desafio é manter a entidade viva. “Vamos programar com muito carinho e cuidado o retorno das atividades presenciais, assim que for possível.”

Ainda dentro dos seus projetos, está oferecer suporte aos departamentos Campeiro, Cultural, Artístico e de Cavalgadas, para que continuem seus trabalhos, e criar estratégias de divulgação virtual da Cultura Gaúcha, como já vem acontecendo por meio das redes sociais e de parcerias com entidades culturais do município, como o Museu e a Biblioteca.

“Pretendemos realizar alguns almoços ou jantares em sistema drive-thru. E, conforme o MTG for nos repassando o plano de retorno, avaliaremos a volta das aulas presenciais de dança. Mas estamos pensando, primeiramente, na segurança e saúde dos nossos tradicionalistas.”

 

PATRONAGEM 2021/2022:

Patroa: Vivian Nunes da Silva

1° Capataz: Fábio Carvalho Moreira

2° Capataz: Marcio André Ucker

1° Sota capataz: Ornaldo Schuck

2° Sota capataz: Volmir Abreu

1° Agregado das Chelpas: Cristiano Eickstedt

2° Agregado das Chelpas: Rogério Krauspenhaar

1ª Agregada das Falas: Elisandra Filimberti

2° Agregado das Falas: Diogo Izequiel Rudell

Coordenadora artística: Leane Heuert

Coordenadora cultural: Graciana Everlin Maldaner

Coordenador campeiro: Robson Born

Vice-coordenador campeiro: Everaldo Nunes Willens

Coordenador de cavalgadas masculino: Jacir Maldaner

Vice-coordenador de cavalgadas masculino: Cristiano Eickstedt

Coordenadora de cavalgadas feminina: Caroline Neuland Eickstedt

Vice-coordenadora de cavalgadas feminina: Mari Maldaner

Departamento jurídico: Gilberto Sassi e Noeli Sassi

Ronda caseira: Edi Barrow Escobar

Conselho de Vaqueanos: Ari Schiefelbein; Volmir Abreu; Paulo Artur Konrad; Arão Aldori Medeiros Escobar; João Carlos Becker; Mauro Cesar Heinrich; Anor Abreu; Carlos Motta

Conselho de Disciplina: Adaias Elicker Hahn; João Carlos Schneider; Emílio Kohl; Sueli Magni; Rodrigo Feil.