Tapera
Valente: uma história de superação
17 maio 2021 | Tapera
Compartilhe:

O Valente é um cão carinhoso, esperto e, principalmente, guerreiro. E por que o nome “Valente”?

Há um ano, o cãozinho era atingido brutalmente por golpes de facão na Vila Paz, em Tapera. A partir daí, Valente iniciou uma batalha pela sua vida. O caso cruel de agressão e violência gerou muita repercussão e chocou a comunidade taperense e regional. O grupo Taperense de Proteção aos Animais de Tapera, com o apoio da Brigada Militar, atendeu a ocorrência.

Perdido, assustado, sentindo muita dor e com o rosto mutilado, Valente percorreu a comunidade da Vila Paz à procura de ajuda. Então, uma pessoa da região o encontrou agonizando e com grandes chances de morrer.

Depois da realização de uma cirurgia e de 20 dias de internação na Clínica Veterinária Cassol, em Tapera, o rosto de Valente foi recuperando a forma. Alguns dias se passaram, e o cão foi encaminhado para um lar temporário até encontrar alguém que o adotasse. Mas, felizmente, o lar temporário tornou-se permanente.

O animal conquistou a sua atual tutora, Estela C. Oliveira, e a sua família, com seu jeito companheiro e carinhoso. Estela afirma que foi “ele [que] nos adotou”.

Demorou algum tempo para que Valente esquecesse toda a crueldade que sofreu. Em seu novo lar, ficou, por algum período, tímido, com medo e ainda assustado. Com o passar do tempo, foi, aos poucos, abandonando o medo. Ele começou a sentir-se protegido e amado.

O Valente é a prova de que “o amor cura”. Ele ama ter a atenção de seus tutores, brincar, passear, ficar enrolando nas cobertas, brincar no gramado, receber carinho, brincar com sua amiguinha – ou, como seus tutores falam, “sua irmã Pitucha”. Valente é um cão super, mas super querido! Seu rosto foi renovado, e restaram apenas as cicatrizes da cirurgia. Ele é um cão muito feliz e amado pelos seus tutores. Ele é um milagre!